Do outro lado da vida...


Se partiu alguém que amava, não o creias desfeito nas brumas do nada.
O infinito é a casa suprema do Pai e nela ninguém se encontra ao desabrigo,
muito menos tu  que agora choras um amor que se foi.
Concede àquele que partiu o melhor de ti e,
mergulhado nas lembranças alegres dos dias de convivência,
povoa-lhe estes instantes com a gratidão por tudo que te ofereceu.
Lembra-te que, aquele que parte, permanece ligado a ti, rogando o teu amparo de amor.
Não turbes a tua alma com as ondas revoltas do desespero,
mas confia ao Pai o ente que se  foi, pois na realidade ele não te deixou,
apenas retornou à casa primeira de todos nós.
E antes que a solidão e o abandono te assaltem a alma, busca na prece
tranquila e nas mãos operosas um ponto de encontro entre vós.
E nunca te esqueças que um dia, fatalmente, no transcorrer da tua existência ,
tu também retornarás.
Faze tudo que puderes para encontrar, por primeira paisagem no mundo espiritual,
a luz dos olhos que te antecederam a te acolher com o mesmo amor.

Maria do Rosário Del Pilar
Share on Google Plus

Sobre Dica Certa

A Consciência do dever cumprido, infunde em nossa alma uma doce ALEGRIA.