Amigos de Verdade

(Texto do jornalista Paulo França, editor do meu livro Numerologia*Um Pilar do Conhecimento).
Uma vez ouvi que, mais importante do que ter dinheiro, é ter amigos de verdade. Venho comprovando isso na prática ultimamente. Tenho amigos que, muitas vezes, quando não sei para onde ir, pegam minha mão e me guiam. E, em outras ocasiões, quando nem mesmo sei qual passo dar, me pegam no colo e me orientam. Me dão atenção, carinho, gentilezas, seus ouvidos e compreensões e ajudam-me com outras coisas, tudo sem interesse posterior. Apenas por sermos amigos.
Cada amigo se faz presente em situações e momentos diferentes. E tem os que tornam-se amigo por um instante apenas, nos são de grande valia naquele instante, e nunca mais nos vemos, mas não esquecemos daquele instante. Um é o amigo de ombro e de ouvido, outra, a das mensagens via internet. Outro, a ajudar com o trabalho, aquela, com orientações médicas, o outro, na diversão, a outra, nos conselhos, há os de ensinamentos sábios e os que até compram sua briga e partem pra cima do seu adversário como se fosse com ele. Como se fosse um índio dos mais ferozes. Ou guerreira índia, indomável.Ah, como um amigo é importante! Amigo é a família que se escolhe. É o que não tem defeitos. E, se os tem, nem são tão graves assim. Vou lhes contar uma coisa, para demonstrar o quanto valorizo um amigo: quando alguém começa a falar mal de alguém que gosto, vou logo cortando. Deixo claro que defendo meus amigos. Alguns aqui sabem disso.Cada um que está recebendo esta minha mensagem significa um amigo importante que tenho e que me ajudou e me fez feliz em algum momento da minha vida. A mim, muitas vezes um pequeno gesto significa uma valiosa contribuição, a qual não esqueço. Vinicius dizia que, se todos os seus amores um dia morressem, ele choraria muito, mas, se um dia todos os seus amigos morressem, ele morreria junto.
Dá para nos imaginar num mundo sem qualquer amigo por perto ou mesmo longe? Já vivi em lugares onde não tive um só amigo e mal conseguia conversar com alguém de lá. Posso lhes garantir que é horrível. É ser um estrangeiro indesejado na própria terra. Os compositores fazem belas músicas aos amores, mas Milton e Roberto Carlos fizeram, cada um a sua, músicas eternas, que qualquer um de nós conhece, e não à toa.

Obrigado por estarem sempre por perto, meus amigos! Mesmo que ao alcance do teclado. Saúde, paz, prosperidade, alegrias e sabedoria a cada um de vocês!!!
(Paulo França)
Share on Google Plus

Sobre Dica Certa

A Consciência do dever cumprido, infunde em nossa alma uma doce ALEGRIA.