O que são essências florais?


Por Verônica Dutenkefer

As essências florais são extratos líquidos sutis de flores silvestres, com seqüência vibracional apropriada para trabalhar harmonizando estados mentais, emocionais e espirituais em desequilíbrio.

O uso de flores para a cura é bastante remoto. Antigas civilizações do Oriente e os aborígines australianos já faziam o uso das essências através do orvalho. Mas, a aplicação precisa das essências florais foi desenvolvida mais profundamente por Edward Bach, na década de 1930.

"As essências florais não agem devido à composição química do líquido e sim por causa das energias vitais provenientes da planta e contidas na matriz à base de água.[...]Seu impacto não é o resultado de alguma interação bioquímica direta na fisiologia do corpo. Pelo contrário, as essências florais atuam através dos vários campos de energia humanos, os quais por sua vez influenciam o bem estar mental, emocional e físico." A afirmação é de Kaminski E Katz, no livro "Repertório das Essências Florais".

O Dr. Edward Bach tinha uma concepção de cura com um enfoque espiritual. Segundo ele, "a ação desses remédios consiste em elevar nossas vibrações e abrir nossos canais para a recepção do Eu Espiritual; em inundar nossa natureza com a virtude particular de que precisamos, e em expurgar de nós o erro que causa o mal. Elas são capazes, como uma música bonita ou qualquer outra coisa gloriosa, que nos eleva e inspira, de alçar nossa própria natureza, de aproximar-nos de nossa alma e, por esse mesmo ato, de dar-nos paz e aliviar nossos sofrimentos. Elas não curam atacando a moléstia, mas inundando-nos o corpo com a formosa vibração da nossa Natureza Superior, na presença das quais a moléstia se derrete, qual neve ao calor do Sol. Não haverá cura verdadeira se não na aparência, paz de espírito, e felicidade interior".

A terapia floral


A Terapia Floral utiliza as essências florais na busca do equilíbrio global do corpo. Age em situações circunstanciais, ajudando o indivíduo a compreender o desequilíbrio e desfazer bloqueios emocionais e energéticos. As Essências Florais vão agir desbloqueando essas energias e emoções que estão levando o indivíduo à doença e "re-significando" os sistemas de crenças que estão limitando a manifestação das potencialidades de sua alma, levando a pessoa a mudar seu modo de agir, pensar, sentir e se comunicar consigo mesma e com o mundo.

A Terapia Floral ajuda a pessoa a reconhecer e tomar consciência das emoções e pensamentos que possam estar prejudicando seu desenvolvimento pessoal, sua saúde e sua vida. Traz uma compreensão mais ampla, ajudando o indivíduo a perceber o sentido do seu sofrimento, a causa que está por trás dos sintomas. E essa percepção amplia os caminhos de cura e transformação.

Portanto, a Terapia Floral cria saúde no sentido em que resgata nossos talentos e virtudes, equilibrando as polaridades da alma e da personalidade. Dessa maneira, as Essências Florais convidam o ser humano a tomar uma atitude saudável, ampliando sua vontade de avançar em direção ao seu desenvolvimento como pessoa.

Florais: o poder da autocura

A essência floral foi elaborada pelo Dr. Edward Bach na década de 1930, na Inglaterra, para equilibrar o estado emocional, atingir o autoconhecimento e a autocura. O conceito principal é o de automedicação: cada pessoa escolhe os florais necessários. Aprovada pela OMS - Organização Mundial de Saúde, usada em todos os países, ainda não existe legislação que faculte exclusividade a uma classe profissional (qualquer um pode administrar). Assim como a homeopatia, os florais somente podem ser analisados de forma empírica, mas podemos assegurar que promovem a autocura. Por exemplo, em um tratamento antidepressivo, enquanto a droga ameniza o sofrimento, o uso dos florais, como terapia complementar, ajuda no equilíbrio emocional. A eficácia dos florais se encontra na mudança positiva de paradigma, tangenciando o autoconhecimento. Lembre-se: os florais criam nova consciência, curando a alma. Em um plano geral, eles ajudam a encontrar a paz interior, auxiliam na dissolução de idéias obsoletas, alimentando o amor-próprio, a autoestima.

Como funcionam?

A essência floral não trata diretamente o problema físico/psíquico; portanto, não espere observar algum efeito imediato nas primeiras dosagens. O uso dos florais não interfere no livre-arbítrio nem deixa sugestionado. Se o floral não corresponder à necessidade emocional do indivíduo, a essência simplesmente não funcionará - esse é um dos maravilhosos segredos. Lembre-se: florais não são remédios alopáticos. Por exemplo, se houver persistência de uma gastrite, continue tomando o antiácido; mas acrescente a terapia floral. Em pouco tempo terá consciência alimentar ou as causas que levam ao problema digestivo. Não há qualquer efeito colateral nem existe contraindicação alguma. Durante ou após o tratamento, nunca haverá sintomas que prejudiquem o indivíduo.

Tipos de florais

A pesquisa de Bach foi ampliada na Califórnia, durante a década de 1970, por Patricia Kaminski (Florias da Califórnia, 132 essências) e, desde então, vários sistemas foram desenvolvidos, vejamos:

- Florais da Austrália - Bush (Austrália); 68 essências, criador: Ian White.
- Florais do Alaska (Alaska); 72 essências, criador: Steve Johson.
- Florais de Minas (Brasil); 108 essências, criador: Breno Marques da Silva.
- Florias do Havaí - Aloha (Havaí); 70 essências, criador: Penny Medeiros.
- Florais de Haff (Argentina); 128 essências, criador: Jorge Luis Raff.
- Florais do Himalaia - Sanjeevini (Índia); 51 essências, criador: Atul Shah.
- Existem dezenas de sistemas, totalizando mais de 5 mil essências florais. 

Apesar dessa diversificação, nenhum floral é melhor que o outro. O que promove tamanha quantidade de essências é a multiplicidade de flores em nosso planeta.
Existem sistemas que tratam melhor o aspecto psicoemocional, como os florais de Bach, da Austrália e da Califórnia, e outros atuam com mais eficácia em um plano psicoespiritual, como os florais do Havaí, Saint Germain etc... Contudo, a maioria dos sistemas se equivale nos repertórios; o que, muitas vezes, ao se dedicar a dois ou três tipos, pode satisfazer amplamente tudo o que se deseja para a autocura.

Por exemplo, a essência da flor da rosa-canina↓ é encontrada no sistema de Bach (Wild Rose), de Minas (Rosa Canina), da Califórnia (Wild Rose) e da França (Cerisier Savage) cujas propriedades terapêuticas são idênticas: atenuar o cansaço físico e mental; eliminar o marasmo e a resignação face aos inúmeros obstáculos da vida; desenvolver positivismo, coragem e fé.

(A terapia floral não deve substituir os tratamentos convencionais, mas auxiliá-los.)
Share on Google Plus

Sobre Dica Certa

A Consciência do dever cumprido, infunde em nossa alma uma doce ALEGRIA.