Flor do dia - Lótus


Considerada sagrada na Ásia, a famosa flor de lótus é uma das mais populares aqui no Brasil por sua beleza e representação da paz. Cultivada submersa na água por ser aquática, ela pode fazer parte do seu jardim de forma bem mais simples do que se imagina.
Fácil de conduzir no processo de plantio, a espécie precisa ser plantada por meio de sementes, que devem ter a sua parte escura (casquinha opaca, fina e dura) aberta por uma faca de ponta fina para que o seu interior (camada branca), de onde sai a primeira ramificação da flor, possa aparecer.

Depois disso, elas precisam ser colocadas para germinar em um recipiente de vidro com água mineral morna e serem colocadas numa área que receba algumas horas de sol pleno por dia até que as suas primeiras plântulas e raízes comecem a surgir, o que leva, em média, nove dias para acontecer. Durante esse período é importante trocar a água do pote uma vez por dia, pois ela fica turva rapidamente.
Logo após a germinação, as sementes devem ser postas delicadamente em um recipiente grande, preenchido com substrato próprio para plantio. Em seguida, o material deve ser colocado dentro de outro ainda maior e profundo, cheio de água, para que fique completamente submerso. Como a água colocada nele fica parada, é bom trocá-la três vezes na semana para manter a saúde da planta e afastar os riscos de doenças como a dengue.

Com o surgimento das primeiras folhas, o vaso com a planta deve ser transportado para o seu local definitivo (lago, espelho d’água, etc.). Antes disso, no entanto, é fundamental averiguar se a área escolhida para o cultivo da variedade na sua casa conta com a luz do sol por, pelo menos, seis horas por dia, e garantir que ela seja adubada a cada três meses com adubo químico.

Fonte: Internet




Share on Google Plus

Sobre Dica Certa

A Consciência do dever cumprido, infunde em nossa alma uma doce ALEGRIA.