A lei da atração e a visualização


É comum ouvir que uma das ferramentas mais poderosas e eficazes para a lei da atração é a visualização. Mas porquê?
Daqui a pouco eu explico, mas é conveniente saber em primeiro lugar, o que é a visualização…
A visualização é a prática de ver mentalmente, e viver a experiência de um evento no presente, quando de fato esse evento não está acontecendo no mundo físico.
A finalidade principal da visualização criativa é afetar o mundo exterior e mudar os eventos e resultados através da mudança de pensamento. Esta é uma técnica usada frequentemente por esportistas, artistas e músicos com a finalidade de melhorar o empenho e ensaiar o evento antes de acontecer.
O conceito de criar o evento na mente antes de viver no mundo físico se tem revelado um enorme sucesso em várias áreas da psicologia e da metafísica. A visualização criativa é usada também no tratamento de doenças e da ansiedade pois é muito eficaz no processo de tratamento.
Os primeiros registros da prática de visualização remontam às raízes do Vajrayana; uma vertente do Budismo onde a visualização era uma prática diária. Foi popularizado no mundo ocidental pelo escritor Wallace Wattles no seu livro “A Ciência de Ficar Rico”; livro cujo objetivo é ensinar a ultrapassar barreiras mentais, criar e manifestar através do poder da vontade e da criação de imagens mentais.
Outros exemplos de “imagem mental” são os sonhos enquanto está acordado, as imagens construídas enquanto lê um livro e quando ouve música. A visualização é o ato de criar essas imagens de forma deliberada e intencional
Por definição, uma imagem mental é a evocação simbólica de uma realidade ausente. É uma experiência subjetiva que tem um papel fundamental no pensamento e na memória, que nos permite sentir e entender um objeto, cena ou acontecimento que não está presente para todos os sentidos.

A visualização combinada com a lei da atração

A visualização criativa se torna uma ferramenta poderosa quando combinada com a lei da atração pois ela altera a sua percepção sobre a realidade e sintoniza você na frequência em que deseja estar.
Essa ressonância vai permitir fixar nos objetivos que você deseja atingir, e naquilo que você está tentando atrair para a sua vida.
Para evitar a “cegueira da visualização”, que acontece quando a visualização não tem mais impacto na sua vibração, será uma boa ideia alternar entre visualizações e criar novas experiências com os resultados que você deseja. Isso lhe vai permitir manter uma forte vibração que se torna depois uma constante.
No início, o processo de visualização pode parecer meio complicado por ser uma coisa nova ao qual a mente não está acostumada, mas daí ser necessário praticar muito a visualização criativa com a lei da atração.
Quando praticado o suficiente, visualizações se tornam tão poderosas que a mente se desconecta da realidade durante o processo, afetando todo o sistema sensorial.

Técnicas de visualização com a lei da atração

Para que seja eficaz, a visualização criativa requer dedicação e muita concentração. Tem muitos livros e programas no mercado que ensinam “técnicas rápidas” para visualizar, mas o conselho que eu dou é que você tem de praticar muito para ver resultados; é como ir na academia. Treinar, treinar, treinar.
Demora quase 21 dias para você mudar totalmente uma vibração deliberadamente, e lamento informar que não existe nenhum atalho para isso acontecer mais rápido. Livros e programas que dizem que você pode fazer isso em 5 minutos são lamentavelmente uma decepção.
Você deve praticar a visualização por períodos superiores a 15 minutos. Durante as sessões, é muito importante que desligue o celular e o notebook para não ser interrompido. Devido ao período prolongado, eu aconselho que use uma roupa confortável e uma postura do corpo onde você não durma. Uma cadeira confortável seria o ideal.
Não aconselho a visualizar quando acorda, e antes de adormecer pois a probabilidade de adormecer de novo é muito elevada.
Quando finalmente começar a visualizar, a sua mente vai tentar vaguear de 3 em 3 segundos, e é aí que você vai precisar se esforçar para manter a sua mente concentrada na visualização e no momento presente.
Você deve escolher uma forma de visualização que funcione melhor para si. Escolha imagens, sons e cheiros que condizem com os seus desejos, e que interajam com a construção da história na sua visualização.
Tem 3 regras que você tem sempre de cumprir durante a visualização:
  1. Obrigatório estar relaxado – você tem de estar confortável, deitado ou sentado, com a mente vazia e pronta para se concentrar;
  2. Imagine o objetivo já atingido – imagine a realidade que deseja, acontecendo no momento presente. Imagine tudo na primeira pessoa;
  3. Sinta tudo com intensidade – tente sentir tudo que visualiza como se fosse verdade e como estivesse acontecendo no momento presente. Se a imaginação é o motor da sua nova realidade, os sentimentos devem ser o combustível! Sinta tudo!

 

Share on Google Plus

Sobre Dica Certa

A Consciência do dever cumprido, infunde em nossa alma uma doce ALEGRIA.