O corpo fala - Coluna vertebral (desvio/hérnia de disco/vértebras lombares)

 
 
Coluna vertebral (desvio/hérnia de disco/vértebras lombares)
Quando uma criança nasce com problema de coluna ou desvio de vértebras é porque a desarmonia familiar vem de muitas gerações. É o tipo de família que necessita de apoio espiritual e psicológico, pois as estruturas estão cada vez mais abaladas de pai para filho.
Desvio da coluna
Significa que a pessoa tem medo de tomar decisões importantes porque teme perder ou magoar alguém. Ela está normalmente lotada de responsabilidades, sendo que a maioria dessas responsabilidades não deveria ser sua. Costuma assumir tarefas dos outros e, com isso, suas costas ficam sobrecarregadas.
(...) Essa pessoa tem sempre dúvidas e não confia plenamente no futuro.
(...) Sua coluna foi projetada para suportar você, e não o mundo.
Hérnia de disco
Significa que a pessoa está profundamente indecisa quanto à sua vida. Sente-se totalmente desamparada e seus pensamentos a deprimem, pois impossibilitam que ela encontre saída para essa situação.
A hérnia de disco é a forma de impedir a articulação da coluna. Ela mostra, simbolicamente, o quanto a pessoa se sente “amarrada”, o quanto os movimentos estão presos e essa dificuldade é gerada porque a apoio necessário para a movimentação não é encontrado. Então, simbolicamente, isso ocorre quando a pessoa não recebe apoio de alguém, no momento em que mais precisa.
Vértebras lombares
A região lombar também significa dificuldade financeira, insegurança quanto ao futuro profissional e insegurança quanto a contas a pagar no futuro.
Outra explicação para os problemas nesta área está ou no bloqueio dos prazeres sexuais ou no seu extremo oposto (abuso sexual).
As pessoas que não se dobram para as outras enrijecem esta região.
Resolvendo os problemas de coluna
Antes de mais nada comece organizando sua residência. É importante você sentir-se bem onde mora. Saiba que as condições em que a sua casa se encontra são um reflexo das condições de seu estado de espírito. Faça uma limpeza geral em seu guarda-roupa. Desfaça-se de coisas velhas e sem uso para você.
Reformule seus objetivos sem medo e pergunte-se: “o que gosto mais de fazer?” “é esse o tipo de vida que quero levar?” “o que vou sentir se tomar uma decisão no amor?” “para onde irei ou o que farei depois das minhas decisões?”. Seja qual for o tipo de decisão que você deva tomar, procure ser objetivo e corajoso. Mude de vida e acabe com essa guerra interna de se achar responsável pela vida das pessoas que convivem com você.

Fonte: Resumo do livro O Corpo Fala da Cristina Cairo

 
Share on Google Plus

Sobre Dica Certa

A Consciência do dever cumprido, infunde em nossa alma uma doce ALEGRIA.