Relaxando corpo e mente para atingir o 'eu'...

Corpo e mente relaxam em três estágios

O que nos impede de sentir o Ser interior, nossa própria luz?

O maior obstáculo é a identificação com a mente, o incessante manancial de pensamentos.

A mente nos faz pensar sem parar e, esse ruído interno nos impede de conectar com a tranqüilidade interior que está inerente ao Ser divino em nós.

Com essa identificação com a mente criamos camadas de julgamentos, críticas, conceitos, limitações, que são como véus nos impedindo de ver nossa verdadeira natureza de filhos de Deus. Isso cria uma ilusão de separação entre eu e o Ser interior gerando insegurança e medos.

Não descobrimos a alegria interior porque nossa mente está cheia de pensamentos e inquieta. Enquanto não silenciarmos essa turbulência de pensamentos, vivemos manipulados pelo ego negativo.

Para conseguir uma mudança interior e purificar a mente negativa é preciso coragem, determinação, vontade ativa e paciência.

Temos que dissolver antigos padrões de pensamentos, condicionamentos errôneos, repressões que nos foram impostos pela sociedade, pela cultura, pela educação.

Para que essa transformação pessoa aconteça, é necessário querer parar de sofrer e parar de repetir os mesmos padrões de comportamento.

Muitas pessoas ficam frustradas e com raiva por não alcançarem seus objetivos. Porém, não fazem nada para mudar. Continuam pensando e agindo da mesma maneira. E assim, só podem colher os mesmos resultados.

Enquanto nos identificarmos com nosso ego negativo, que é nosso falso “eu interior”, sentiremos infelicidade e medos. Somos escravizados pela mente negativa que gera sofrimento, ansiedade e insegurança.

Para você transformar-se para melhor, é importante ler livros e textos de auto-ajuda, assistir palestras, mas não adianta apenas o conhecimento intelectual, você precisa da vivência, precisa conquistar a mente calma e silenciosa.

Com a prática do relaxamento, o corpo e a mente registram esses estados profundos de consciência. E, ao alimentar essas práticas de apaziguamento, você vai dissolvendo a ansiedade, vai diminuindo o estresse, os medos, a irritação e os estados deprimidos.

Antes de descobrirmos nossa verdadeira essência, nosso Ser interior, nós somos carentes e tristes. Achamos que somos indignos, culpados e que não merecemos a felicidade. Não sabemos que temos dentro de nós uma jóia tão preciosa como um brilhante.

Muitos buscam, fora deles mesmos, migalhas de amor e prazer. Eles se iludem no mundo sensório e, não sabem que têm um tesouro escondido dentro de si mesmos.

Acalmando o corpo e silenciando a mente, podemos ter contato com nossa grandeza e beleza de filhos de Deus. Compreendemos que não somos pecadores, somos almas aprendendo e evoluindo. Somos dignos, merecedores e sublimes porque Deus habita em nosso interior.

Podemos sentir o que diz o téologo francês Teillard de Chardin (1881-1955): “Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual... Somos seres espirituais passando por uma experiência humana”.

Achamos que somos nosso corpo, nossas emoções, pensamentos e sentimentos. Antes de se aprofundar em níveis muitos calmos e profundos, não temos essa vivência de que somos um espírito habitando um corpo.

Primeiro estágio

Geralmente depois de quinze minutos, acontece o relaxamento fisiológico. Mesmo que ainda venham muitos pensamentos, as ondas cerebrais e a respiração desaceleram produzindo bem-estar.

Segundo estágio

Quando corpo e mente se acalmam o verdadeiro relaxamento começa. Você pode ouvir os sons, mas eles não lhe perturbam. A mente já não se envolve com os pensamentos e tudo parece flutuar. A mente fica muito mais tranqüila e relaxa sua identificação com o corpo podendo assim desconectar do rodopio constante de pensamentos. Ela fica como que assistindo o corpo relaxar
Estado de Nidra

Terceiro estágio

O terceiro estágio acontece quando a mente relaxa completamente. É o estado de Nidra, palavra em sânscrito que significa sono acordado. As ondas cerebrais diminuem à sua freqüência mais baixa e você se sente como que desconectado do mundo exterior por alguns instantes. Entrar nesse estado é um presente que você dá a você mesmo. Experimenta serenidade e paz de espírito.

Você já imaginou como poderia ser mais tranqüilo se praticasse todos os dias 15 minutos de relaxamento, aprofundando-se pelo menos até o segundo estágio?

Para se libertar da falsa identificação com a mente e com o corpo é muito importante a vivência pessoal. Silencie sua mente e aquiete seu corpo através do relaxamento, da prática das posturas da hatha yoga, da meditação e descubra assim seu valor inestimável como filho da Luz. Fique em paz!

Emilce Shrividya

Share on Google Plus

Sobre Dica Certa

A Consciência do dever cumprido, infunde em nossa alma uma doce ALEGRIA.